O que define o preço da blindagem?

São vários níveis de proteção e cada um deles possui um valor de investimento diferente. Confira o que define o preço da blindagem.

Investir na blindagem de um carro é uma excelente forma de se proteger das ameaças do dia a dia. Porém, dependendo do nível , ou seja, da proteção, o valor pode variar. Confira o que define o preço da blindagem e qual o nível indicado para cada situação.

Vale ressaltar que um dos pontos que vai influenciar neste gasto é o tipo do carro. Quanto maior e mais luxuoso for o automóvel, o investimento será maior. Mas com as tecnologias desenvolvidas, é possível blindar qualquer veículo por preços interessantes.

Custos da blindagem x Nível de blindagem

Uma coisa bastante comum e, até mesmo lógica, é que quanto maior for o nível de blindagem, maior deverá ser o investimento em segurança. A questão é que, dependendo de cada situação, muitas vezes uma blindagem menos robusta é o suficiente para aguentar as ameaças que podem vir.

Nível I

O nível I de blindagem tem sido bastante buscado por ser aquele que oferece o melhor custo-benefício. Além disso, há outro ponto em que ele se sai bem, que é o peso. A blindagem nível I é bem mais leve, pesando entre 70kg e 90kg.

Em relação ao preço, ele chega a custar metade do valor dos outros níveis. Ele suporta os calibres menos letais, como o .22 e o.38. Isso, por si só, já seria suficiente para o dia a dia, porém, o motorista precisaria ter condições de identificar o modelo da arma em uma situação de perigo e, claro, nem sempre esses são os revólveres usados nos crimes.

NÍVEL II e II-A

Os níveis II e II-A podem ser encaixados na mesma categoria porque suportam os mesmos calibres, mas a diferença está na velocidade do impacto dos projéteis. Eles possuem um sistema de proteção mais resistente do que o do modelo anterior e, até por isso, têm um valor um pouco mais elevado.

Esses níveis aguentam o impacto de calibres de até uma Magnum 357. A grande questão desse tipo de blindagem é que ela oferece uma proteção menor do que a do nível superior e por uma diferença de preço bem pequena.

Nível III-A

O nível III-A é o mais usado no Brasil, sendo responsável por cerca de 90% de todos os veículos blindados que circulam nas ruas do país. É o valor mais alto que existe, porém, possui a maior e melhor proteção, que chega a ser até quatro vezes mais resistente do que a de nível I.

Esse nível de blindagem suporta todos os calibres de armas de mão, inclusive submetralhadoras, pistolas 9mm e até mesmo um disparo efetuado por uma Magnum .44. Por toda essa proteção,  acaba sendo o mais buscado, independente do seu preço mais elevado.

Há também os níveis III e IV, porém eles são de uso restrito das Forças Armadas, por isso, não podem ser usados em veículos civis.

Projeto de blindagem

Além dos níveis, existe um diferencial no serviço e no projeto de blindagem. Outro ponto importantíssimo é o material: produtos originais fazem toda a diferença na qualidade do trabalho. Neste caso, optar pelo mais barato pode ter consequências irreparáveis.

Em um projeto bem feito, detalhado e com recursos de ponta costumam ter:

Antes da blindagem

  • Desmontagem do veículo para pesagem e determinação da variação do centro de gravidade;
  • Os dados coletados a partir do processo acima são utilizados para determinar as variações e distribuição do peso após a instalação da blindagem;
  • Checklist de características internas e externas com rastreamento de cada detalhe para que a montagem seja feita atendendo aos mais exigentes padrões.

Durante a blindagem

  • As partes do carro são recolocadas cuidadosamente para que a aparência original seja mantida;
  • O veículo é submetido a testes para checar vedação e níveis de ruídos.