Como funciona a blindagem de carros

Usando os materiais corretos, o veículo vai ficar muito bem protegido de eventuais ameaças. Saiba como funciona a blindagem de carros.

A blindagem de um automóvel é composta por vários elementos balísticos para garantir a proteção total de quem está dentro do veículo. Dessa forma, saber como funciona a blindagem de carros ajuda bastante na hora de escolher a proteção ideal para cada veículo e situação.

Quais partes do veículo recebem blindagem?

Antes de procurar uma blindadora para fazer a blindagem de um carro, é importante saber quais os materiais usados em cada parte. Por falar nisso, vale ressaltar o veículo inteiro precisa ser blindado, ou seja, nenhuma parte deve estar desprotegida ou com alguma brecha.

Abaixo, estão alguns dos principais materiais utilizados em cada uma das partes dos carros:

Quais os materiais são usados na blindagem de carros?

Vidros blindados

Para ficar com os vidros blindados e bem resistentes, é utilizado o material de policarbonato. Esse produto garante a segurança para os integrantes do veículo e conta com uma tecnologia que evita os estilhaços.

O objetivo com a blindagem dos vidros do carro é deixar a aparência mais próxima possível do real. A grande diferença – e vantagem – do vidro blindado é a espessura dele, que tem entre 17mm e 21mm. Enquanto isso, o vidro de um veículo sem blindagem fica na casa dos 0,6mm.

A blindagem funciona da seguinte forma:

  • A camada externa do vidro é a primeira proteção. E o impacto de uma bala se assemelha à força de uma furadeira. Quando o projétil atinge a peça em alta rotação e velocidade, ele é corroído e deformado por conta da natureza do material abrasivo do vidro;
  • Já a segunda amortece o impacto. Formada por resina ou plástico, reduz a força da bala até pará-la;
  • A última camada de vidro nunca é atingida pela bala. No entanto, ela pode se estilhaçar devido à propagação da energia ocasionada pelo seu impacto. Por essa razão, a blindagem termina em uma fina película plástica, que prende os estilhaços e impede que eles acertem alguém.

Aço balístico

Como já foi citado, todas as partes do carro devem ser protegidas e revestidas. Para locais como maçanetas e fechaduras, usa-se o aço balístico. Por isso, esse material é essencial para uma blindagem correta e segura.

Antigamente, o aço balístico era empregado no revestimento total do automóvel, porém, um novo material foi desenvolvido, que oferece a segurança na mesma proporção, mas com um diferencial: é muito mais leve.

Normalmente, a placa de aço balístico contém níquel, molibdênio e pequenas quantidades de enxofre. O produto foi criado, inicialmente, para a proteção de veículos blindados em operações militares.

Ele oferece blindagem mais forte e surgiu para resistir a impactos de projéteis de até calibre 7,62, vindos de fuzis.

Manta de aramida

O material mais utilizado para revestir os carros blindados são as mantas de aramida, um tecido muito resistente e maleável que permite a colocação em todas as partes do carro.

Nesta categoria, destacam-se as mantas de aramida de Kevlar® por serem tão fortes e resistentes, que são utilizadas também em coletes à prova de balas, veículos militares e em carros civis.

As fibras de aramida são sintéticas e resistentes ao calor, embora sejam leves comparadas a outros materiais usados em blindagem. Além de blindagens balísticas, são empregadas em aplicações aeroespaciais, em pneus de bicicleta, cordéis e reforço de cascos marinhos e como substituto de amianto.

Quantos dias demora o processo de blindagem?

Por se tratar de um trabalho que influencia na sua segurança, a blindagem do carro exige cuidado e atenção. Dessa forma, todo esse processo demora cerca de 30 a 45 dias, desde a documentação, passando pela remontagem do carro até a avaliação final. Depois de todas essas etapas, você estará livre para rodar com o seu veículo pela cidade.

Qualquer veículo pode ser blindado?

Atualmente, qualquer veículo pode ser blindado, sim. Ainda sim, vale ressaltar que todos os equipamentos de proteção vão exigir bastante do seu carro. Mesmo com a fibra de aramida, que é bem mais leve, a blindagem aumenta o peso do seu automóvel entre 100 kg e 200 kg.

Por esse motivo, o mais indicado é um carro com motorização mais potente, acima de 1.0, e com amortecedores e suspensão mais resistentes. Além disso, por causa desse aumento de peso, você precisará ter mais cuidado com o veículo, fazendo manutenções periódicas.

Blindagem do carro tem validade

A blindagem de um carro tem uma validade padrão de três anos e mesmo com esse período, é preciso fazer várias revisões. Uma dica é que a primeira revisão seja feita 60 dias após finalizar o serviço. Como o seu carro foi desmontado para inserir as proteções, é importante fazer uma avaliação prévia. Após essa primeira vistoria, é recomendável que se faça uma revisão a cada seis meses e, mais uma vez, analisar a blindagem com todo cuidado.

Veículo protegido com Blindagem original Kevlar

Os veículos blindados são protegidos totalmente após terem passado por uma blindagem completa. Com o material instalado em vidros, lataria e, até mesmo, nas maçanetas, todos os integrantes do carro ficarão seguros.

A proteção nos vidros impede que qualquer projétil ultrapasse as várias camadas de vidro e policarbonato. O revestimento de aço balístico nas maçanetas e outros espaços, que podem ser uma brecha, trabalha para impedir que tenha algum ponto cego, garantindo a proteção total.

Já a manta de aramida protege os demais espaços. E, apesar de ser leve e flexível, a aramida Kevlar® é um dos materiais mais resistentes do planeta e vai deixar o veículo bem seguro.