Como é a manutenção de um carro blindado

Um veículo com blindagem exige um cuidado todo especial para seguir com muita segurança. Conheça como funciona a manutenção de um carro blindado.

Um veículo passa por várias mudanças durante o processo de blindagem que alteram boa parte da carroceria do carro, acrescentando muito mais peso ao automóvel. Mesmo com o uso da fibra de Kevlar®, que deixa o veículo mais leve, a manutenção do carro blindado deve ser constante para que tudo siga da melhor forma.

Normalmente, a blindagem de um carro acrescenta cerca de 100 kg a 200 kg, o que faz com que o tempo de manutenção seja mais curto. Isso é natural, principalmente por causa desse acréscimo de peso.

A recomendação é que se faça a primeira vistoria e revisão dois meses após a blindagem. Isso serve tanto para ver o funcionamento do carro, como também para fazer alguns testes na blindagem.

Após essa primeira análise, vale consultar a blindadora para saber a periodicidade das revisões. Mas a média costuma ser de seis em seis meses.

Quais partes devem passar por manutenção

É importante observar as peças relacionadas à segurança, estabilidade e sustentação do veículo. Elas são as que mais sofrem com o impacto do peso da blindagem.

Pneus

Os pneus devem ser observados com bastante frequência. Com o aumento do peso, o desgaste é mais rápido. Por isso, a indicação é que eles devam ser trocados com 25 mil quilômetros, aproximadamente.

Suspensão

Responsável pela estabilidade do carro, a suspensão sofre um desgaste até 30% maior em um veículo blindado por causa do excesso de peso. A recomendação para um carro que não possui blindagem é de trocar os amortecedores com cerca de 40 mil quilômetros.

Uma boa dica é conversar com o mecânico ou com a blindadora responsável pela blindagem do carro, que terá a recomendação ideal para a manutenção.

Freios

Da mesma forma que a suspensão, os freios são sobrecarregados. Já que o esforço para parar é muito maior por causa do peso. O desgaste aumenta em até 30%. É muito importante observar os freios, que são o principal item de segurança do carro.

Vidros

Os vidros do carro blindado são mais espessos e, consequentemente, mais pesados. Por causa disso, durante o processo de blindagem do veículo, o motor que faz as janelas abrirem e fecharem são modificados. Isso faz com que os vidros sejam movimentados rapidamente.

Por outro lado, esse motor, ao longo do tempo, precisa passar por uma manutenção. Outro ponto é que o vidro blindado, depois de um período, pode sofrer com a delaminação, quando a camada interna começa a se soltar, formando as indesejadas bolhas.

Cuidados com o carro blindado

Além da manutenção, é importante tomar cuidados diários com um veículo blindado. Atitudes simples podem fazer com que as revisões sejam mais simples, ao longo do tempo:

  • Não bater a porta do carro com os vidros abertos. Isso pode danificar os vidros e prejudicar a blindagem;
  • Não deixar a porta aberta por muito tempo porque isso pode empená-la;
  • Não deixar o carro no sol. As altas temperaturas são prejudiciais aos vidros dos veículos blindados.

Com os cuidados básicos e a frequente manutenção dos carros blindados, os veículos vão durar muito mais tempo e com a proteção sempre em dia.